Profissionais da Ágille Arquitetura orientam sobre como harmonizar a área de serviço integrada à cozinha, tornando os espaços funcionais e organizados

integrados

Em apartamentos pequenos é comum termos a área de serviço interligada à cozinha. Para que os ambientes não se confundam e tenham suas independências funcionais é preciso um projeto arquitetônico bem planejado, que traga praticidade e organização para cada devido espaço.

De acordo com a designer de interiores Flaviane Pereira e a arquiteta Márcia Coimbra, proprietárias do escritório Ágille Arquitetura, algumas soluções são imprescindíveis para ajudar na otimização do espaço e personalização de cada ambiente. “Com um bom planejamento é possível encontrar soluções para montar e equipar os ambientes com armários bem projetados e que atendam às necessidades dos moradores. Isso permite que todos os cantinhos tenham o melhor aproveitamento possível, como a utilização de utensílios aramados, divisores ou móveis auxiliares que deixam o espaço funcional e trazem ao mesmo tempo organização e praticidade ao dia a dia. Uma bancada retrátil, nichos suspensos, móveis com rodízios, são alguns recursos utilizados em espaços compactos.

Assim como armários aéreos, lavanderias e móveis embutidos, instalações de grades para pendurar acessórios ou prateleiras para guardar panelas, caixas organizadoras e varal. Itens que fazem toda a diferença na hora de otimizar os espaços”, indicam.

Para as profissionais, as paredes também precisam ter o seu destaque nessa organização, como uma horta vertical ou um porta-temperos, na cozinha. Já a área de serviço, quanto mais funcional e organizada, com certeza trará aos usuários uma sensação de fluidez e harmonia na hora das tarefas cotidianas.

Atualmente, a grande maioria das cozinhas é projetada pelas construtoras no estilo corredor e, assim, sua única fonte de iluminação natural é proveniente da área de serviço.

Porém, apesar disso, é necessário que os ambientes se mantenham separados e, segundo as profissionais, uma ótima dica é optar por portas de correr de vidro incolor. “Elas ocupam pouco espaço e têm a função de bloquear odores da cozinha, sem perder nada de luminosidade da janela da área de serviço. Além de dar continuidade ao espaço sem bloqueio visual, o uso de adesivos também é permitido e, também, o vidro jateado, pra quem não quer ter visibilidade ou ocultar roupas e demais itens na área de serviço sem perder a luminosidade do espaço”, revelam.

Outra dica de Flaviane e Márcia são as divisórias com cobogós, elementos vazados e coloridos que ocupam pouco espaço e dão um ar de descontração aos dois ambientes, dividindo-os, sem confinar ou diminuir o espaço. Elas ressaltam que o primordial é dar funcionalidade aos ambientes, sem que haja interferência entre eles, porém com harmonia.

“O destaque de um planejamento para estes dois ambientes é que ele traga praticidade, que seja funcional ao projeto proposto e que, também, proporcione leveza ao espaço”, encerram.

Serviço:
Ágille Arquitetura
(31) 3317-0809
http://agillearquitetura.com.br