Além de oferecer produtos que respeitam o meio ambiente quando fabricados e descartados, como o vaso sanitário em ABS, a Acquamatic do Brasil contribui com a preservação da água no planeta ao desenvolver projetos que diminuem seu consumo em locais que também desperdiçam muita água, como hospitais, prédios comerciais, empresas, hotéis, escolas, shoppings, entre outros.

A difícil decisão de abrir um negócio próprio se torna mais fácil quando há toda uma ideologia por trás. Assim foi com o empreendedor Leonardo Lopes, que há mais de 20 anos fundou a Acquamatic do Brasil, empresa que desenvolve projetos e produtos que visam promover economia de água e conscientizar as pessoas quanto ao uso racional do recurso hídrico, principalmente, os grandes consumidores de água, que também desperdiçam demais.

Preocupada com a preservação da água para as futuras gerações, a Acquamatic criou o Projeto C.U.R.A. (sigla para Consumo e Uso Racional da Água), considerado hoje um dos maiores planos do mundo para se controlar a utilização da água. Já em funcionamento em condomínios comerciais, shoppings, hospitais, hotéis, faculdades, creches e empresas de todo o Brasil, o Projeto C.U.R.A. realiza reparos em todos os pontos com saída de água de um local, o que garante economia de até 70% de água sem gerar custos ao contratante, já que os honorários da Acquamatic provêm da economia que o cliente terá nas contas de água seguintes à implantação do projeto. Além disso, não há quebra de paredes, azulejos ou pisos.

Dentre os produtos que economizam água desenvolvidos pela empresa, destaque para o vaso sanitário Acquamatic, que utiliza apenas 2 litros de água por acionamento, contra 6 a 10 litros dos vasos convencionais de louça, e é fabricado em plástico ABS, um material mais leve e muito mais resistente que os de louça. Ainda por cima, o vaso da Acquamatic é ecologicamente correto, pois não polui o meio ambiente quando é produzido ou descartado. O uso de apenas 2 litros de água por acionamento se dá graças ao sistema basculante que despeja os dejetos diretamente no esgoto, não havendo a necessidade de sifonagem. Para a concepção do vaso, patenteado pela Acquamatic, Leonardo Lopes investiu mais de R$ 500 mil.

Os outros itens da Acquamatic que proporcionam a economia de água são: a ducha AirFlux, que economiza metade da água se comparada com as tradicionais, pois utiliza 70% de pressão de ar para não comprometer a qualidade do banho; o bico aerado para torneiras de cozinha, que economiza até 50% de água; a torneira temporizada Slow Flux, para banheiros e que proporciona até 70% de economia, pois libera a água somente após o usuário soltar o acionador; além de peças e componentes internos que limitam a vazão de água em descargas de parede, mesmo que sejam de outras marcas.

A Acquamatic recentemente lançou outros produtos, como a Minicaldeira, criada para atender residências, pois aquece a água instantaneamente e evita o desperdício que acontece no caminho entre o aquecedor convencional e o chuveiro. Além disso, depois que a água esquenta o boiler para de mandar água. O conjunto minicaldeira mais ducha Acquamatic garante uma economia de 50% de água, podendo chegar a até 70%. O outro item é a sonda eletrônica, que fica dentro da caixa d’água, e vem com um dispositivo indicador ligado à sonda que fica junto ao porteiro do prédio ou em algum local visível dentro de casa mostrando qual o nível de água.

Sobre o Projeto C.U.R.A.
O Projeto C.U.R.A, (Sigla para Consumo e Uso Racional da Água), idealizado pela Acquamatic, é uma concepção de Leonardo Sousa, atual diretor da empresa que, em 1994, após ler um artigo do ex-governador de São Paulo, Franco Montoro sobre a importância da água, se viu desafiado a criar uma empresa comprometida com o meio-ambiente e a desenvolver produtos ecologicamente corretos. A lista de clientes do projeto é grande e tem nomes como Mercedes Benz, Johnson&Johnson, Porto Seguro, PUC, VIVO, Shoppings Centers de várias redes, entre outros.

Serviço:
Acquamatic do Brasil
(11) 2100-2872
acquamaticdobrasil.com
projetocura.com