Artista brasileiro é um dos criadores da nova illy sustainArt Collection, que já está disponível nos pontos de venda da illycaffè (cafeterias e loja online)

illyDepois do sucesso da coleção divulgada em maio de 2014, os curadores do projeto illy sustainArt selecionaram quatro jovens artistas provenientes de países produtores de café – Brasil, Colômbia, El Salvador e Etiópia – para a criação da segunda coleção de xícaras dedicada à EXPO Milão 2015. Ao lado dos outros selecionados, o brasileiro Marcelo Moscheta, inspirado pelo tema da EXPO, “Alimentando o planeta, energia para a vida”, interpretou sensações, experiências e narrativas associadas ao mundo do café por meio do prisma da sua abordagem artística.

A illycaffè, parceira oficial de café da exposição universal, concebeu o projeto sustainArt em 2007 para estender sua aproximação com o crescimento sustentável à comunidade artística internacional e auxiliar no desenvolvimento de novos talentos criativos das nações emergentes. Janela no mundo da arte contemporânea, o projeto se tornou referência para artistas e curadores se engajarem em um intercâmbio cultural, compartilhando seus trabalhos.

Os artistas e seus trabalhos:

illy

Marcelo Moscheta / Brasil (De São José do Rio Preto/SP, mora e trabalha em Campinas/SP) – “Eu começo esse trabalho referenciando um projeto anterior meu, o Fotocromaticos, em que eu estabeleci a relação entre uma imagem em preto e branco e as cores que esperávamos perceber na versão colorida da mesma imagem. Para a illy, eu criei um projeto baseado no desenho de Carl Linnaeus, um dos primeiros a classificar as espécies botânicas e o inventor da nomenclatura científica moderna. Combinando um antigo desenho de uma planta de café e a moderna escala de cores Pantone, eu queria transformar o ato de beber café em uma experiência que é visual e cromática ao mesmo tempo.”

Felipe Arturo / Colômbia – “Esse trabalho cresceu de um processo experimental em que o café foi usado como se fosse tinta, usando como base uma xícara de café espresso e transformando-a em um instrumento de design gráfico. O motivo do resultado gráfico remonta a decoração islâmica, mosaicos mediterrâneos e técnicas pré-colombianas, remetendo à rota histórica tomada pelo café desde a Península Arábica até à costa Mediterrânea, Caribe, América do Sul e Central.”

Ernesto Bautista / El Salvador / “Existe um caminho existencial e poético de pensar que reflete narrativas encontradas nas marcas que os objetos deixam para trás:manchas sobre a mesa e a luz de um eclipse; a cor do café e do espaço; uma folha como uma forma de combater a paisagem cósmica com a simplicidade de um ponto de vista orgânico. Essas estórias também coincidem com minhas próprias memórias. Por trás do eclipse encontra-se a ideia de despedida. A veia/árvore deixada para trás pelo eclipse e datas ao redor do pires são um significante da memória íntima. Toda a aglomeração de encontros corre para um ponto, a vida, em que a reflexão e o estímulo da memória orbitam ao redor de coisas que sempre fizeram parte do rito do ser humano, como o rito de beber o café.”

Wanja Kimani / Etiópia – “Uma linha corre entre o fundo da xícara de café e termina sobre o pires, juntamente com a agulha. O encontro entre essas duas superfícies, a xícara de café e o pires, reflete a afinidade que pode ser desencadeada por pessoas que empreendem o simples, como compartilhar o ato de beber café. As cores utilizadas são da bandeira da Etiópia, nação com uma longa história de produção e consumo de algumas das muitas fragrâncias de café do mundo.”

Sobre illy Art Collection – A paixão pelo belo e bem feito, a atenção ao mundo da arte contemporânea e a excepcional qualidade do blend sugeriram à illycaffè unir o prazer sensorial do café ao prazer estético da arte. Para isso foi utilizado um objeto cotidiano, a xícara. Nasce assim a illy Art Collection: pequenos objetos de arte em forma de xícara, numerados e assinados, que transformam o hábito de beber espresso numa experiência para a mente e os cinco sentidos. Desde 1992, a partir de uma sugestão de Francesco Illy, mais de 70 expoentes do panorama internacional da arte contemporânea criaram designs sobre a superfície das xícaras de porcelana, ícone da illycaffè, desenhadas por Matteo Thun: de Liu Wei a Marina Abramović, de Michelangelo Pistoletto a Yoko Ono; de Anish Kapoor a Tobias Rehberger. Além dos mestres renomados, há também jovens talentos de todo o mundo que, graças a este projeto, podem se expressar e se tornar conhecidos.

Sobre illycaffè – Fundada em Trieste, na Itália, em 1933, a torrefadora illycaffè produz e comercializa um blend de café espresso 100% arábica, sob uma única marca, líder em qualidade. É a parceira oficial da EXPO Milão 2015, criando e gerenciando o conteúdo, as exposições e eventos centrados no café na área comum do Coffee Cluster (Pavilhão do Café). Quase 7 milhões de xícaras de café illy são consumidas diariamente no mundo. Os produtos illy são comercializados em mais de 140 países e estão disponíveis em mais de 100 mil restaurantes e cafeterias. As franquias da espressamente illy, cafeterias em estilo italiano, atualmente operam em 230 pontos de vendas, em 43 países. A empresa mantém relacionamento direto e duradouro com os melhores cafeicultores do mundo, inclusive no Brasil, com a colaboração do Clube illy do Café, fornecendo-lhes conhecimentos e tecnologia, além de preços acima do mercado para quem atinge seus padrões de qualidade, em parcerias sustentadas pelos princípios do desenvolvimento sustentável. Com o objetivo de difundir a cultura do café, fundou a Università del Caffè, um centro de treinamento de excelência que oferece treinamento teórico e prático em todos os aspectos do café para cafeicultores, baristas, equipes de lojas de café e amantes da bebida. A illycaffè emprega cerca de 1.100 pessoas globalmente e em 2014 registrou receita líquida consolidada de 391 milhões de euros.

Serviço:
illycaffè / www.illy.com
illy Art Collection / www.illysustainart.org