Vigas e colunas aparentes, pedras desgastadas, tijolinhos à vista, aço e ferragens em evidência. Essas são algumas características do estilo industrial, que cada vez mais vem marcando presença na decoração das moradias brasileiras.
industrial

Estilo industrial, muito comum em lofts

“Estamos falando de elementos da antiga indústria, da primeira metade do século passado, com luminárias, roldanas, engrenagens, chapas e cores desgastadas e corroídas pelo tempo, trazendo o aspecto usado”, explica o engenheiro Marcelo Pante, um dos sócios do endereço paulista das marcas italianas Marchi Cucine e Dialma Brown, experts em mobiliário nesse estilo.

A estilo industrial, muito comum em lofts, dá personalidade e um ar de modernidade ao ambiente, empregando tons de cinza e reaproveitando móveis e materiais rústicos de demolição, entre outros itens. ”São sempre elementos próprios da indústria, como bancadas de trabalho que viram mesas, chapas de aço que se transformam em portas de armários compostas com madeira antiga de demolição, cores primárias desgastadas, acabamentos em pintura texturizada martelada, etc”, exemplifica o engenheiro.

A ideia é reaproveitar materiais facilmente encontrados e transformar em decoração. Ferro e madeira, por exemplo, acabam virando matérias-primas essenciais para o estilo, o que faz dele uma opção sustentável. Marcelo Pante exalta esse ponto “É importante observar que grande parte deste estilo vem da tendência de reciclar, reutilizar materiais e assim podemos dizer que tem um forte caráter sustentável na proposta”, conclui.| MarchiCucine