De olho nas necessidades do mercado, Ralo Linear conta com um mix que traz variações de tipos de tampa, dimensões e formatos que podem se adaptar a diferentes ambientes.

Ralo Linear

Alinhamento com o decor, fim do mau cheiro e até segurança dos pets estão entre os benefícios

Ele era até pouco tempo um mero coadjuvante na construção. De uma peça vista como essencial e apenas funcional, o ralo ganhou novos contornos e é hoje um item que ganha destaque e pode ser aplicado em diferentes formatos. Mas o produto também esconde alguns perigos e, justamente por isso, precisa atenção na hora da escolha. A Ralo Linear, pioneira no segmento, projeta diferentes modelos de acordo com as necessidades identificadas no mercado. Confira alguns dos problemas mais comuns quando o assunto é o escoamento dos ambientes e quais os ralos mais indicados para resolvê-los:

– Proliferação de insetos e retorno do mau cheiro: esse é um problema típico e que muita gente enfrenta. Às vezes nem mesmo uma dedetização resolve. Para driblar a situação é importante optar por ralos que contem com sistemas que vedem a entrada da caixa sifonada. “Tanto os modelos com formato tradicional quanto os lineares da nossa marca, são disponibilizados com tampas sem furos. Além disso, a saída da calha possui uma cesta retentora de resíduos que ajuda a evitar a proliferação. Neste ano ainda lançamos o Fecha Ralo, válvula que fecha totalmente a saída e só abre automaticamente com o peso da água. Quando o maior problema é o mau cheiro, ainda contamos com o Ralo Smart com kit sifão, ideal para locais em que não há caixa sifonada. O problema é resolvido com essa solução”, explica Salmo de Souza, diretor e fundador da Ralo Linear.

– Cuidado com os pets: quem ama os animais de estimação sabe que eles são curiosos por natureza. E existem dois perigos que o ralo traz: as tampas furadas e até mesmo rachadas, caso sejam de plástico, podem causar acidentes, como uma patinha ou focinho preso no local. “Aqui existe ainda outra questão. Mais do que optar por um produto com tampa inteira, é importante avaliar aonde ele será instalado. Se for em local aberto, o ideal é que seja escolhido o modelo oculto, em que o ralo é coberto com piso. Isso porque a tampa de inox tende a ficar quente quando exposta ao sol, o que pode causar queimaduras nos pets”, indica Souza.

– Acidentes podem ser comuns: optou por um modelo com cobertura plástica? É importante verificar periodicamente as condições dele. “Percebemos que esse material não é resistente e quebra com o passar do tempo, podendo causar ferimentos, especialmente nas crianças. Por isso optamos por desenvolver tampas em aço inox ou em PVC de alta resistência no caso da linha Fun. É uma maneira prática de evitar danos à peça e aos moradores”, avalia.

– Piscina protegida: o verão já está próximo e nessa época é comum que as crianças queiram aproveitar ao máximo a piscina. Aqui um problema comum é a água empoçada, já que nem sempre o ralo instalado está no melhor local ou é eficaz o suficiente. Neste caso, de acordo com o gestor da Ralo Linear, o melhor modelo é o Infinity Oculto, perfil de inox que pode ser instalado em toda a borda da piscina e que é coberto pelo piso. O escoamento acontece pelas fendas laterais de toda a extensão do produto e a água é levada a um único ponto de saída. “É uma solução discreta e funcional, utilizada inclusive em piscinas esportivas”, destaca o diretor.

 

Serviço:
Ralo Linear
(47) 3037-5323
ralolinear.com.br